Contato

Contato:

034 9198-2914(tim)

kakko.cufaberlandia@gmail.com

Twitter @kakko_MG








Institucional

https://www.youtube.com/watch?v=USTwILv1rdA

27 de março de 2011

Fazendo Do Nosso Jeito -Encontros Periféricos -

Rap literário , cine clube, danças típicas brasileiras e dança de rua , oficinas de DJ e debates movimentaram a primeira edição dos "Encontros Periféricos" de 2011 no Bairro Dom Almir em Uberlândia-MG.

A palavra Concientização também faz parte do evento, a DIAFRO foi convidada pela CUFA para explanar aos pais e alunos um pouco sobre a temática "Preconceito Racial" que infelizmente ainda existe em todo mundo. Também foi montado um stand pelo grupo SHAMA para distribuição de preservativos para maiores de 18 anos e também para conscientizar a população sobre a prevenção de DST AIDS e, contudo, acabar de vez com o preconceito, seja ele, pela cor, religião e/ou opção sexual. Oficinas:

Logo após a palestra os pais acompanharam com muito orgulho seus filhos desenvolvendo as atividades, os "Encontros Periféricos" atingiu o objetivo mais de 300 inscritos com idades variadas , participaram das oficinas e atividades propostas à toda comunidade.

Visando sempre que os mesmos sejam protagonistas de sua própria historia, os alunos apresentaram para pais e convidados o que aprenderam ao longo do dia. A CUFA tem como objetivo conseguir um espaço no Bairro Dom Almir para desenvolver atividades gratuitas para a população, agora mais do que nunca, fica mais que claro que temos adesão de toda população do bairro.

Segundo Amanda Kely , não existe atividade como a que a CUFA realiza, o Bairro sofre muito com esta falta de oportunidade para os jovens, isso pode significar o grande índice de criminalidade que acontece por aqui, mais, agora que nosso bairro não será mais irregular creio que será possivel a CUFA montar uma sede em nosso bairro, contemplando assim os bairros São Francisco ,Celebridade, Joana Darc , Zaire Rezende e Dom Almir que é , onde eu moro, finalizou Amanda.



O Pograma CARONA da TV Integração esteve no local e realizou uma maravilhosa matéria sobre as oficinas que tão logo vai ao ar na manhã de sabado. A CUFA agradece imensamente ao Senhor André Siqueira e toda produção da emissora em especial a equipe do programa CARONA.

Veja como foi o Encontro:




Ler mais »

23 de março de 2011

A CUFA CONVIDA:

Debates,Oficinas,Apresentações culturais,Rodas de Break,Cine Clube,Literatura com Rimas e muito mais para a população do Bairro Dom Almir.

É Os "Encontros Periféricos" em sua primeira edição em 2011 na Escola Municipal Joel Cupertino, a partir das 13 Horas.

Faça sua inscrição e venha partipar das oficinas.Vagas limitadas (30 alunos por oficinas)

video

Ler mais »

21 de março de 2011

Convite ENCONTROS PERIFÉRICOS

Atenção geral!

Anunciamos, em primeira mão aos leitores do blog, que as articulações para a retomada dos ENCONTROS PERIFÉRICOS estão a todo vapor – já temos até data e local para a primeira intervenção de 2011. Então, tomem nota:

Data: 26 de março de 2011

Local: Escola Municipal Dr. Joel Cupertino Rodrigues

Endereço: Rua da Unidade, nº 80, Bairro Dom Almir

Horário: das 9 às 18 horas.

O evento é uma iniciativa da Cufa-Udia em parceria com outras instituições, algumas empresas e voluntários que primam por eventos de qualidade. Convidamos todos para esse grande encontro no próximo sábado no bairro Dom Almir, para trocas diversas: informação, cultura, esporte, entretenimento e conhecimento.

Veja como será a programação:

09 às 11 horas

Mesa Redonda sobre o Crack

Vários profissionais foram convidados e muitos já confirmaram presença.

Mediador: Kakko

11 às 13 horas

Intervalo de almoço

13 às 16 horas

Esplanações de Carlos Silva Coordenador da DIAFRO sobre Racismo para o publico presente

Oficinas

Oficina de Literatura e Rima (limite de 30 inscritos)

Oficina de DJ (limite de 30 inscritos)

Oficina de Percussão com Sucata (limite de 30 inscritos)

Oficina de Grafite (limite de 30 inscritos)

Oficina de Danças Brasileiras (limite de 30 inscritos)

Luminoso Cineclube

Documentário “Falcão, os Meninos do Tráfico”

16:30 horas

Celebração de encerramento

Apoio na Realização: Grupo Shama, GOMA, Ipê Cultural, PeriferArte, Farol Comunitário, Coletivo Teatro Da Margem, DaCosta, TV Integração, Hip Hop do Triângulo, Hotel Sete dentre Outros parceiros.

Ler mais »

Final Nacional do Bradan 2011 será em Uberlândia

Em tempo, uma boa notícia.

Devido ao bom desempenho da CUFA-Udia na organização do Bradan-MG-2010, da satisfatória presença e participação do público no evento e da boa adesão dos b.boys/b.girls ao evento, a cidade de Uberlândia foi escolhida para receber a final Nacional do Bradan em 2011.

O Bradan (abreviação para Brasil Breaking Dance) é um campeonato nacional de dança de rua e, em 2011, terá sua terceira edição. É uma iniciativa da Cufa (Central Única das Favelas), que considera a dança de rua (e o break, evidentemente) uma importante manifestação cultural e social dos jovens brasileiros, merecendo eventos do porte e qualidade do Bradan.

Ainda não temos as datas da final e informações adicionais, então, por ora, recordemos alguns momentos do Bradan-MG-2010!













Ler mais »

12 de março de 2011

Cronograma Encontros Periféricos








Realizou-se nesta sexta feira dia 11/03/2011 às 20:00 horas na Casa verde a reunião referente a elaboração do cronograma de atividades que acontecerão na 1° edição dos 'Encontros Periféricos".




Os 'Encontros Periféricos" é uma iniciativa da Central Única das Favelas que ganhou corpo com o apoio de várias outras ONG's, Empresas e voluntários que se aderiram a causa e realiza a ação em conjunto e tem como objetivo levar informação, conhecimento,esporte,cultura e lazer aos moradores de comunidades de vulnerabilidade social.




Em todos os encontros será abordados temas aos quais serão debatidos com a comunidade com o intuito de buscar melhorias para a comunidade atendida. O tema da 1° edição dos 'Encontros Periféricos" será o "CRACK e terá as seguintes atividades.






09:00 às 11:00 Horas Mesa redonda com a presença de profissionais na área da saúde e que trabalham em casas de recuperação,comunidade civil organizada,pessoas ligadas à Cultura, professores, dentre outros.




11:05 às 12:50 Pausa Almoço:




13:00 as 18:00 Horas:




Oficinas de Rimas e Literatura e musicalização;


Oficinas de DJ;


Oficinas de Percussão com Reciclados;


Oficinas de Graffiti;


Oficinas de Danças Típicas Brasileiras;


Cine Clube;


Informação e concientização sobre Prevenção de DST AIDS e distribuição de preservativos para maiores de 18 anos;


Show com artistas da cidade.




O evento acontecerá no Bairro Dom Almir dia 26/03/2011 sábado. e pode sofrer alterações devido a condição climática o qual será informado a todos caso este fato venha acontecer.




informamos que o limite de vagas serão de 30 pessoas para cada oficina e estaremos no dia 25/03 durante todo dia na Escola Municipal Joel Cupertino fazendo inscrições para a comunidade.
Ler mais »

10 de março de 2011

A CUFA Informa:

A CUFA- Central Única das Favelas de Uberlândia -MG socializa seu cronograma de ações que acontecerão no mês de março 2011. Informamos aos parceiros que podemos alterar nosso cronograma devido ao tempo chuvoso.

CRONOGRAMA

11/03 das 13:00 às 16:00 horas Cine Clube para jovens até 18 anos e debate acerca do filme falcão Meninos e o Tráfico.Para a exibição do mesmo a CUFA conta com o apoio do Goma Cultura.

11/03 Ás 20:00 Horas reunião com parceiros para a confecção do cronograma dos “Encontros Periféricos”. A reunião acontecerá na Casa Verde. Rua Johem Carneiro N°06.

26/03 Das 09:00 às 18:00 horas inicia-se a primeira edição dos Encontro Periféricos Oficinas, debates,palestras, cine clube, esporte e muita informação para a comunidade.

A Central Única das Favelas agradece a todos os parceiros e colaboradores pela atenção e conta com a presença de todos nas ações acima citadas.
Ler mais »

Dia Internacional da Mulher

CUFA homenageia o Dia Internacional da mulher

Dia Internacional da Mulher - Neusa Baptista

DO DIREITO DAS MULHERES NEGRAS SE SENTIREM MULHERES

Autora: Neusa Baptista

Há cerca de duas semanas, cortei curtinho meu cabelo.
O cabelo, aliás, me surpreende a cada dia com sua capacidade de revelar e provocar.
Foi o que aconteceu desta vez.
Por onde eu andava, cabeças masculinas e femininas se viravam para ver meu cabelo.
A princípio, pensei comigo mesma: "O que foi que eu fiz?"
Sentia-me menos mulher e ao mesmo tempo pensava: "Agora preciso me vestir com muita feminilidade, pois com este cabelo curto, posso passar por homem". De repente me vi numa loja de 1.99, em meio à tic-tacs, lacinhos, brincos coloridos e outras coisas. Na ânsia de mostrar o quão feminina era, tornei-me mais feminina mesmo!
Em atos e palavras!
Por que isso não tinha acontecido antes?
Com meu cabelo crespo e curto, recebi muitos olhares de reprovação, riso, espanto. Além de crespo, ainda curto! Pasmem!
Comentei com meu cabeleireiro (Jair Vip's, um beijo!) que "mulher de cabelo curto sofre preconceito" e ele ficou espantado!
Aos poucos, fui me acostumando e aprendendo a "dominar" o meu curtinho, de modo que ele parecesse ao mesmo tempo, natural e bem cuidado.
Engraçado!
É só a gente começar a se achar bonita que as pessoas em volta fazem coro!
O contrário também acontece, claro.
Quer que os outros falem bem de você? Comece a falar bem de você!
E isso não pode ser do tipo "Eu sou o máximo", mas do tipo "Nós podemos ser o máximo juntos".
Piegas, né? Não consegui pensar em nada melhor. Rs. Enfim.
O meu cabelo curtinho me obrigou a pensar mais em minha feminilidade.
E isso se deu ainda somado ao fato de ele ser crespo.
Isto é, geralmente, os homens negros utilizam o cabelo raspado e as mulheres alisado. Portanto, o fato de eu ser negra não me ajudava muito mesmo.
Mas se tem uma coisa que eu gosto é de chamar a atenção para o meu cabelo!
Sério.
Quando meu cabelo não chama a atenção, eu acho que ele não cumpriu seu papel, que é o de ser mensageiro de algo positivo sobre a negritude. Enfim.
Tal como ocorreu há muitos anos com o meu penteado rastafári, o curto, que a princípio parecera 'feio' e 'masculino' se revelou, na verdade, versátil, irreverente, delicado e feminino!
Mas a meu ver, isso só aconteceu porque era crespo, e porque eu sou negra, e sou mulher!
Muitos papéis, significados, lugares, atitudes a tomar...
Para prá pensar: se a mulher branca (ou não negra) já tem problemas, pensa na negra! Pensa!
Então, por isso quando vejo uma mulher negra se destacando, não sei da vida íntima dela, mas imagino que deva ter enfrentado alguns obstáculos que poderiam ter sido evitados se o País fosse menos racista, machista etc.
Por isso, neste 8 de Março, um abraço especial a todas as mulheres pretas (negras, pardas, índias, gordinhas, baixinhas, comuns) do Brasil.
Vocês são foda.
Neusa Baptista é integrante do Núcleo Maria-Maria da CUFA – Central Única das Favelas, Base Cuiabá – Mato Grosso.

Ler mais »

4 de março de 2011

A CUFA Informa:


Para a Associação Shama, o Carnaval seguro começa antes, nos ensaios das escolas de samba, nos bares, saunas e boates de Uberlândia, e entra na avenida com a distribuição de 15 mil camisinhas!...


Para essa e outras informações. acessem o blog do Grupo SHAMA(link abaixo)



Marcos André Martins
Presidente da SHAMA
Uberlândia / MG
Ler mais »

 
Cheap Web Hosting | Top Web Hosts | Great HTML Templates from easytemplates.com.