Contato

Contato:

034 9198-2914(tim)

kakko.cufaberlandia@gmail.com

Twitter @kakko_MG








Institucional

https://www.youtube.com/watch?v=USTwILv1rdA

1 de dezembro de 2010

A GRANDEZA?ESTÁ NAS AÇÕES!

A GRANDEZA? ESTÁ NAS AÇÕES!
Por Cleiton Rocha:
Sou Cleiton Rocha dos Santos, assim como o saudoso Grande Otelo, natural de Uberlândia-MG e atuo como Coordenador da Central Única das Favelas na cidade. Ao longo da minha vida descobri a cultura e arte como ferramentas de transformação do ser e nelas deposito o resultado de ser um ator social envolvido e comprometido com a qualidade de vida dos que vivem à margem e em condição de vulnerabilidade, sobretudo, as crianças. Acreditando que é preciso, às vezes, retornar para avançar, vou começar lá na minha infância e historicizar um pouco de mim.

Vamos lá! Quando garoto sempre tive referências musicais de artistas negros, que como eu vieram de origem simples e muitas vezes sofrida, como é o caso do Michael Jackson, Marvim Gaye, 2PAC, Tim Maia, Jair Rodrigues, GOG dentre outros nomes da Musica Popular Brasileira e Internacional. Mesmo tendo uma base familiar os meus pais e familiares eram evangélicos da Igreja Congregação Cristã no Brasil (igreja com uma doutrina super rígida), e eu diante da orientação familiar tive que quebrar paradigmas para ir ao encontro da arte. Influenciado pelo meu irmão, Waldeci Rocha, eu ficava em cima do muro o observando dançar e depois escondido dele escutava as musicas e ensaiava meus passos atrás de minha casa para ninguém ver pois tinha vergonha e medo de apanhar de meus pais. Mas o medo foi vencido quando meu irmão me chamou para ensaiar junto com seu grupo e começou a me ensinar todos os passos de Michael Jackson, assim, respondi ao chamado da ludicidade. Depois de vários anos de aprendizagem iniciei na Dança de Rua em um grupo renomado da cidade chamado “Turma Jazz de Rua”, nestes anos de convivência com a Dança de Rua fui vencedor de Festivais de Dança em Uberlândia e em outras cidades e Estados.

Continuando, há exatamente 17 anos no dia 26 de novembro de 1993 com um ataque Fulminante, Uberlândia perde, o Brasil perde, o mundo perde Grande Otelo, nascido no dia 18 de outubro de 1915. Grande Otelo foi ator, compositor e cantor, atuou no cinema nacional e seriados da televisão, creio que ficara bastante extenso este relato se eu colocar todas as obras realizadas por este grande artista negro.

Grande Otelo, ou simplesmente Otelo, assim como eu, rompeu paradigmas superando obstáculos em sua vida, na qual teve várias tragédias. Seu pai morreu esfaqueado e a mãe era alcoólatra. Quando já era um ator consagrado, sua mulher se suicidou logo após matar envenenado seu filho de seis anos de idade, que era enteado do ator. No dia do sepultamento de Grande Otelo, fui até o cemitério São Pedro para vigiar carros e arrecadar um trocado, pois não tinha emprego e vi essa possibilidade por ter vários carros acompanhando o triste sepultamento do artista. Eu ali observando carros e o contexto em si, refleti sobre minha vida e avaliei inclusive minha postura diante de mim mesmo e da sociedade, uma vez que, cheguei a cometer pequenos e não tão graves delitos pelas ruas de Uberlândia. E a partir dali, em meio ao último adeus ao ícone Otelo, tracei novos rumos e segui.

Como dizem que a vida dá voltas para quem acredita e trabalha pra vencer, abracei o hip hop, entendendo-o como um movimento forte e com grande representatividade no mundo. O Hip-Hop, e todo seu potencial artístico e cultural, pode ser interpretado com profissionalismo e seriedade. Ao longo dos anos me dediquei aos estudos sobre a cultura, me engajei como militante, Rapper e me voltei a todos os dias da semana em ministrar oficinas práticas e teóricas sobre o Hip-Hop e seus elementos para crianças, moradoras das áreas de risco, as favelas, que devido ao grande índice local de prostituição infantil, tráfico de drogas e criminalidade estão suscetíveis aos perigos da rua.

Como reconhecimento toda minha dedicação e compromisso em multiplicar boas práticas e vida saudável, no último dia 30 de novembro de 2010, às 19:00 horas na Câmara Municipal de Uberlândia, recebi a Comenda Grande Otelo da Cultura indicada pelo excelentíssimo Presidente da Câmara Helio Ferraz (baiano). Vejam amigos, como o mundo nos reservas surpresas, um moleque que vivia nas ruas sem perspectiva alguma de crescimento, que vigiou carro durante o sepultamento de Grande Otelo, é agraciado com comenda de cultura que leva o nome de uma das grandes referencias negras do Brasil, um símbolo de resistência.

E honestamente, para além da minha felicidade e sentimento de honra, afirmo que não pararei por aqui, pois não é o bastante. Amigos, isso é o começo de um trabalho que pretendo dar continuidade e alçar vôos que contribuam para a elevação da auto estima dos que vivem em condição desigual, repassando e trocando saberes para meus filhos e alunos que assisto. Nossa meta é a construir uma sede da CUFA em Uberlândia para atender em média de 3 mil pessoas em nosso espaço e possibilitar que crianças e jovens tenham acesso a cultura, esporte e lazer e o mais importante que passem a ressignificar as relações com suas famílias e com a sociedade, formando-os em atores sociais capazes de intervir e promover mudanças.


Agradecimentos aos parceiros de luta Goma Cultura na pessoa de Talles Lopes.


Pessoas que me incentivam a Sonhar: A Secretaria de Cultura Monica Debs,Helio Ferraz (baiano) e, a Doutora e amiga Selma Aparecida.




Abraços e vida Longa!

10 comentários:

Anônimo disse...

Grande prêmio para um grande militante...

@Viih1910 disse...

História honrosa a sua,está de parabéns.

Anônimo disse...

Cara,você é nada mais,nada menos que exemplo para essa comunidade de Uberlândia. parabéns

KaKkO disse...

Valeu galera,estou muito feliz com os comentários,gostaria que as pessoas não colocasse os mesmos anônimos para poder agradecer a cada um em especial.
valeu de coração!!
kakko!

Claudia Raphael disse...

Kakko! vc merece todos os frutos que colheu e ainda colherá! força guerreiro!!! E Parabéns!

KaKkO disse...

Valeu Claudia! Estamos Juntos!!!

Farol Comunitário disse...

O único trabalho que promove resgate é esse de corpo a corpo, junto na batalha. Por isso teu vídeo no MGTV está lá na minha lista de vídeos da primeira página. Nós acreditamos no seu trabalho e o prêmio é muito merecido. Que seja mais um impulso. Sucesso

Carlos disse...

Isto e fruto de trabalho e dedicaçao que damos a nossas crianças dentro de nossas comunidade.

parabens.........

Selma Aparecida disse...

Amigo Kakko, parabéns pelo premio. Parabéns pelo artigo. Ficou maravilhoso. E muito obrigada pela foto e a consideração de "Amiga". Isso é gratificante. A sua história merece e deve ser contada à todos. É uma lição de vida. É uma inspiração, referência e motivação! Conte sempre comigo. Abraços. Selma Aparecida.

Projeto Produção ColetivaH2 disse...

Muito Obrigado à todos que comentaram minha humilde postagem!

 
Cheap Web Hosting | Top Web Hosts | Great HTML Templates from easytemplates.com.